quinta-feira, 23 de agosto de 2018

This too shall pass

Quero começar este post explicando que a inspiração para escreve-lo foi pelo que li lá no Leitora Inquietas da minha amiga Krisna. Você pode correr lá para ler antes de continuar por aqui, é só clicar AQUI.

Nos últimos tempos o Blog ficou abandonado. Sempre deixei o Relíquias como um lugar para compartilhar resenhas e novidades do mundo da literatura, nunca um diário.

Quando criei os posts "De leitor para leitor" onde comecei a colocar mais minha opinião abriu-se um leque de possibilidades, mesmo que o foco continue sendo livros eu resolvi escrever como a minha situação emocional vem influenciando minha vida como leitora e como blogueira.

Não é fácil chegar aqui e colocar em palavras tudo que venho sentindo, tanto é que a inspiração para escrever essas palavras foi como citei o post "This too shall pass" que foi publicado no dia 07 de maio de 2018.

Como a vida não é uma colônia de férias passei por momentos realmente complicados que me levaram a um estado de puro desanimo, de repente tudo que eu fazia por prazer passou a não fazer sentido, mesmo consciente do estado de depressão em que eu ia me embrenhando não tinha forças para mudar.

Para piorar a situação quando eu tinha uma folga da turbulência, passava pelo período de bonança* me empolgava em reativar o Relíquias escrevia várias resenhas e deixava tudo arquivado para fazer o blog caminha novamente, acontecia uma reviravolta e uma nova tempestade chegava.

Inconscientemente passei a culpar meu tempo dedicado ao blog como causa das reviravoltas em minha vida pessoal, como se deixar um material pronto para compartilhar aqui fosse um presságio para coisas ruins.

Cada vez se tornou maior o tempo que eu passava sem sequer abrir o blog para atualizar leituras feitas, responder comentários. Passei a recusar parcerias de autores nacionais, e no ápice da minha situação perdi a vontade de ler.

Os Romances e Chick-lis pareciam zombar da minha cara, então passei a ficar semanas sem ler. Minha estante que antes era sempre arrumada transformou-se em um amontoado de livros.

Nesse ponto notei que não poderia seguir assim, para voltar ao habito de ler fui para os Policiais, Thrillers Psicológicos, Terror, conseguindo assim me aventurar em algumas páginas.

Mas não era o suficiente, estava decidido, depois de passar meses sem abrir a página inicial do Relíquias fui até ela com uma missão, desativa-la.

O que obviamente não fiz, e realmente não sei se as pessoas que citarei aqui vão ler estas palavras, mas não poderia deixar de menciona-las:

- Maria Apolinário
- Autora Ivani Godoy
- Nayara Souza
- Talitha Kechichian
- Carina
- GL TEC STORE

Essas 6 pessoas se inscreveram em um blog sem postagens novas, mesmo que elas nunca saibam foram elas que me deram forças para continuar por aqui, elas me fizeram lembrar como me senti agradecida quando cada uma das 575 pessoas que se inscreveram, que passaram para conhecer o Relíquias e leram minhas palavras.

Não sei qual será a frequência de postagens, assim como também não posso prever o futuro. Tenho consciência que estou devendo o registro de muitas leituras que fiz e não resenhei, mas espero aos poucos aparecer mais por aqui.

Obrigada aos inscritos de longa data e para os que chegaram agora, vocês fazem meus dias mais felizes. Peço desculpas pelo longo texto e por tudo mais.

Krisna, se você ler isso amiga, quero que saiba que você é incrível, isso também passará não desanime nunca.


*"Depois da tempestade vem a bonança."

Este ditado popular significa que na vida, depois de situações ou fases complicadas, vem um tempo de felicidade e sossego.

Assim seja!

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".