segunda-feira, 18 de julho de 2016

Livro: A filha




Título original: Daughter 
Autora: Jane Shemilt
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 320
Assunto: Drama / Suspense


Jenny é mãe de três filhos, os gêmeos de dezoito anos Theo e Ed, e Naomi de quinze anos, trabalha em uma clínica como médica, o marido é neurocirurgião, uma família de capa de revista.

Naomi será a estrela da peça teatral da escola, seus dias e noites são sempre corridos devido aos ensaios. Jenny nota algumas mudanças no comportamento da linda filha, mas sendo uma jovem exemplar não pode ser nada grave, afinal a garota está com muitas responsabilidades.

"Eu deixei de vê-la porque a conhecia de cor."

Uma mãe não pode ver defeitos em filhos perfeitos, a errada era ela por não acreditar que sua família estava bem. Como poderia saber que os indícios eram reais?

Porém Naomi precisava de ajuda, não só ela mas seus irmãos também, todavia ela foi a responsável de trazer essa realidade para Jenny quando depois da peça teatral a jovem não voltou para casa.

As horas se transformaram em dias, os dias em meses. Naomi não foi encontrada, Jenny viu sua família sucumbir, a situação era desesperadora, onde ela teria errado? Por que sua vida desmoronou de tal forma?

"... Mas não foi um filme; filmes românticos têm finais felizes. Na vida real, só os começos são felizes e nada termina bem..."

Narrado em primeira pessoa a trama se divide em três partes, antes, durante e um ano após o desaparecimento da jovem. Se você é mãe como eu ficará apavorada, se ainda for jovem pode ter outro efeito o livro em sua vida. 

A história pode ser interpretada de formas diferente, mas num geral temos uma mãe relapsa que prefere acreditar que tudo está perfeito em vez de ver defeitos nos próprios filhos, temos filhos cansados de serem invisíveis, e um marido não comprometido com a família.

Traição, álcool, drogas, vingança, gravidez, mentiras são relatadas excessivamente durante a narrativa. Os personagens são de uma profundidade absurda, todo contexto torna a história muito real, convincente.

CUIDADO SPOILER
(Se ainda não fez a leitura aconselho que passe direto para o final da resenha)

Os fatos que me deixaram sem reação durante a leitura foram:

- Como uma mãe vê o filho mais velho tirar fotos da irmã de 15 anos nua para um "trabalho" de escola e chama isso de arte?... Sim Theo faz isso com a Naomi.

- Não saber quais roupas a filha usa? não conhecer as lingeries nem os vestidos da mesma?

- Naomi ficar grávida do namorado que por sinal a mãe não sabia que ela tinha e depois fugir com um cigano?

FIM DO SPOILER

Fica bem claro a importância do diálogo, de ficar atento no comportamento dos filhos, saber onde vão e com quem, sabe aquela coisa insignificante que ele(a) aparece do nada? um anel, uma pulseira qualquer coisa, não deixe passar despercebido, converse, pergunte. O diálogo é a melhor solução.

Em relação ao desfecho, já vi muitas pessoas reclamando do mesmo, na minha opinião o final só provou o quanto a autora foi genial, pegou bem na ferida, sabe a frase "Mãe não é a que coloca no mundo e sim a que cria?". 

Pois bem roupas caras não bastam. As vezes sua família precisa sim de quantidade, não material, mais sim do seu tempo em abundância, passar momentos de qualidade é bom, mas ficar sem fazer nada juntos também é necessário, estar ali nos momentos de rir, de chorar e de não fazer nada também.

Colocar a culpa em algum personagem seria fácil, o fato é que todos erraram, assim como nós erramos constantemente, que a história sirva para aprendemos a errar menos.

Um livro maravilhoso, com uma narrativa de fácil entendimento que deveria ser lido por todos, independente de terem ou não filhos.

4 comentários:

  1. O livro parece maravilhoso. Fiquei super intrigada com a história, não pude resistir e li ao spoiler;-; kk
    docenerds.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia, o livro é muito bom, menina eu aviso sobre o spoiler mais eu mesma não ia conseguir pular kkk

      Beijos

      Excluir
  2. Esse é um livro que jugaria pela capa, a sua resenha me chamou muito atenção mas não curte essa capa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, realmente a capa não é das mais belas, mas o livro foi maravilhoso!

      Excluir

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".