quinta-feira, 26 de junho de 2014

Livro: Marcados #1




Título original: Birthmarked
Autora: Caragh M. O'brien
Editora: Gutenberg
Páginas: 365
Assunto: Distopia


Em 2403 o sol castiga as pessoas, a falta de água nos rios também assombram os moradores de Wharfton, porém a divisão entre os que moram dentro e fora da muralha é sem dúvida o problema mais gritante que aquele povo enfrenta.

Governados pelo Protetorado os moradores do Enclave vivem com uma falsa aparência de proteção, como se a miséria que circunda a muralha estivesse a quilômetros de distancia.

A população é dividida por setores, cada um deles com suas parteiras, que tem como objetivo recolher as três primeiras crianças saudáveis nascidas de cada mês, para serem entregues ao Enclave, com a promessa de uma vida melhor para o bebê e uma pequena recompensa para a família da criança e a parteira.


"A era fria acabou quando o combustível se esgotou, e era tarde demais para as massas se ajustarem, eu acho. As colheitas goraram. Algumas doenças. Alguma guerras. Não conseguiam transportar o pouco de comida que podiam plantar, acho."

Gaia Stone, filha de Bonnie, parteira do Setor Oeste 3, acaba de completar dezesseis anos, sonha com a vida que 'perdeu', sente-se penalizada por não ter sido entregue quando bebê devido à uma queimadura acidental que cobriu todo seu lado esquerdo do rosto.

Após realizar seu primeiro parto sem a ajuda da mãe, ao voltar para casa depois de entregar o bebê, Gaia encontra a velha Meg, amiga de sua mãe, que lhe entrega uma fita com códigos bordados, avisando que seus pais foram levados pelo enclave.

Mesmo sendo avisada para tomar cuidado, ao chegar em casa Gaia encontra o jovem Sargento Grey, que foi mandado para realizar uma busca na casa de Bonnie, e interrogar Gaia sobre a existência dos registros de nascimento que sua mãe mantinha.

Sem entender a importância da fita que carregava, sentindo-se injustiçada ela resolve entrar clandestinamente no Enclave para resgatar seus pais, nesse momento todo encantamento se esvai, o Protetorado controla as pessoas de maneira abusiva e Gaia toma consciência de toda injustiça que impera no meio que seu povo vive.


"Custa muito alimentar as pessoas Gaia. Nós nos esquecemos disso. Temos sorte aqui. Há pessoas inteligentes dirigindo o Enclave..."

Narrado em terceira pessoa em um ritmo de leitura alucinante, iniciamos a jornada com uma protagonista forte, determinada, com uma coragem inesgotável. 

A história trata de maneira futurística problemas que não são desconhecidos pela nossa sociedade atual, como a desigualdade e a forma abusiva utilizada pelos governantes, em contrapartida também é retratado de maneira simples as diferentes formas de amor, companheirismos, solidariedade.

Com contrastes em fosco e brilhante na capa, o livro tem páginas amarelas, uma diagramação caprichada contendo mapa e os códigos deixados por Bonnie que somados com a trajetória enfrentada por Gaia, prende o leitor até as ultimas linhas ansiando pela continuação. 



- Livro obtido em parceria com o Grupo Editorial Autêntica

- Para saber mais deste e de outros lançamentos visite o site clicando aqui.

Agradeço à Editora Gutenberg pela cortesia e confiança.

Chegou até aqui? então deixe um comentário...

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".