segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Livro: O Hipnotista





Título original: Hypnotisören
Autor: Lars Kepler
Editora: Intrínseca
Páginas: 480
Assunto: Policial


Nos arredores de Estocolmo, uma família é brutalmente assassinada, a polícia encontra o pai da família morto na escola em que trabalhava, sua esposa e dois filhos pequenos estavam em casa, a qual também sofreu o ataque.

A filha menor do casal teve o corpo mutilado, a mãe foi morta e o filho recebeu varias facadas, em meio tanto sangue e brutalidade o garoto está vivo, porém inconsciente.

O casal ainda tinha uma filha que não morava com eles, a jovem pode estar correndo grande perigo, pois seja lá quem foi que tentou acabar com toda a família pode estar em busca dela para finalizar o trabalho.
"A morte espera ali na escuridão, um vazio definitivo do qual ela nunca irá se recuperar."

Desesperado Joona Linna não sabe como continuar o caso, então decide chamar o Doutor Erik Maria Bark, que é especialista em pacientes psicologicamente traumatizados, para hipnotizar o garoto.

Doutor Bark havia jurado nunca mais praticar hipnose, porém as circunstancias fizeram ele mudar de ideia. Depois da quebra da promessa muitas coisas começam a acontecer formando uma grande bola de neve.
"Há duas coisas que ele odeia, pensa, olhando para a pasta. Uma é desistir de um caso, se afastar de corpos não identificados, estupros e roubos não solucionados, casos de agressão e assassinato. A outra coisa que ele odeia, embora de uma forma inteiramente diferente, é quando esses casos não resolvidos afinal são resolvidos, porque, quando velhas perguntas são respondidas, raramente é da forma que se desejaria."

O livro começa com uma narrativa eletrizante, os fatos iniciais são intensos e o ritmo da leitura gradativamente perde o interesse.

O excesso de detalhes somado ao fato de demorar para solucionar o caso, torna a leitura cansativa, a história ficaria muito mais interessante se retirasse metade das páginas contidas na obra deixando a trama mais objetiva. Sem contar com o drama desnecessário e os personagens com pouca importância para o desfecho. 

Somando todos os pontos negativos a leitura não me convenceu, infelizmente não foi uma experiência positiva.



0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".