segunda-feira, 29 de abril de 2013

Livro: As aventuras de Pi





Título original: Life of Pi
Autor: Yann Martel
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 371
Assunto: Drama / Aventura




Em busca de uma história para seu novo romance, um escritor canadense é apresentado ao indiano  Piscine Molitor Patel Pi Patel. Com o propósito de ouvir uma história que lhe faria acreditar em Deus ele começa entrevista-lo.
"Acredite no extraordinário"

Piscine recebeu seu nome em homenagem a mais bela piscina de Paris, nascido em Pondicherry na Índia, seus pais eram donos de um zoológico local, onde cresceu tendo em seu "quintal" os mais diversos tipos de animais.



Por sua devoção e vontade de estar próximo à Deus, ele acaba seguindo três religiões o que não é bem visto aos olhos do pai.

Com o passar dos anos e os recursos escassos o pai de Pi decide vender o zoológico, depois de muita negociação e burocracia ele parti com a família para o Canadá em um cargueiro japonês com alguns dos animais.

Depois de vários dias em auto mar uma tempestade leva o cargueiro para as profundezas do Pacífico. Pi consegue abrigar-se em um bote salva-vidas com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre-de-bengala chamado Richard Parker. Iniciando uma alucinante aventura.

Pi e seu companheiro Richard Parker passam 227 dias no bote, com a escassez de suprimentos eles lutam diariamente para sobreviver  levando o leitor a sentir seus sofrimentos e angustias, realmente nos fazendo acreditar no extraordinário.

Não pense que é mais um livro religioso, vai além de religião... é acreditar, ter fé, colocar a vida, seu bem mais precisos, nas mãos de algo maior, fazer das necessidades do outro o motivo de continuar lutando.

"Se você der dois passos na direção de Deus, Ele vem correndo para você!"

O desfecho me deixou sem palavras, só lendo e tirando suas próprias conclusões. Só tenho elogios para essa obra, a leitura é fácil e dinâmica o enredo me prendeu do início ao fim. Temos duas versões da mesma história, cabe ao leitor decidir acreditar ou não.


"Contei duas histórias sobre o que aconteceu, nenhuma explica o motivo do naufrágio e ninguém pode provar qual história é verdadeira. Em ambas histórias o navio afunda, minha família morre e eu sofro. Qual história você prefere?"





Gostaria de saber o que você achou sobre este livro... Comente!

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".