segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Livro: Peça-me o que quiser #1





Título original: Pídeme lo Que Quieras
Autora: Megan Maxwell
Editora: Suma de letras
Páginas: 398
Assunto: Romance (Hot)




Judith Flores, é uma espanhola de 25 anos que mora em Madri, ela vive em seu apartamento na companhia de seu já velho gatinho Trampo.

Ela trabalha como secretária, passando a maior parte do tempo escondendo as escapulidas de sua chefe Mônica, a qual ela já presenciou cenas picantes com outros funcionários.

Em um dia tumultuado Jud acaba ficando presa no elevador em sua hora de almoço, entre os que passaram momentos tensos e claustrofóbicos ela se depara com um homem lindo, alto, forte, mesmo aterrorizada com a situação ela não esconde seu bom humor.

Mais tarde, no mesmo dia ela descobre que o bonito e simpático do elevador não é ninguém menos que Eric Zimmerman o "chefão" vindo da Alemanha. Ele é frio, meticuloso e vive abusando de seu poder.

"Sou seu chefe e sei onde a senhorita mora. Nem pense em não estar pronta às nove em ponto."

Jud logo se rende aos encantos de Eric e suas aventuras entre quatro paredes... o que me leva a perguntar, até que ponto uma pessoa chega por amor?

"Meu lado princesa que ainda acredita em contos de fadas tem vontade de dar pulos de alegria."

Eric passou bem longe de um príncipe encantado, é mandão, abusivo e pior de tudo é que se acha no direito de ser frio e evasivo mudando completamente de humor de uma hora para outra.

Judith começa bem, sendo a primeira mocinha não indefesa que vejo a um bom tempo, ela é forte, decidida, centrada, até conhecer o Sr. Zimmerman, ai simplesmente voltamos na estaca zero, ela se torna bobinha e sofredora como todas as mocinhas da literatura.

Apesar de uma narrativa fluida o livro não me agradou, não possui um história aparente ou não foi desenvolvida de propósito para comprarmos suas sequências, que na realidade não me senti motivada a fazer.


Deixe nos comentários sua experiência ao ler "Peça-me o que quiser!"...

4 comentários:

  1. Oi Aline!
    Não possuo a mínima vontade de ler esse livro. Esses livros "mais do mesmo" já me exauriram demais.
    Percebi que você não curtiu muito a leitura e eu provavelmente não curtirei também. Inclusive, esta foi a primeira resenha que li deste livro. rs
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leandro, também não aguento "mais do mesmo", essa leitura realmente não me agradou.
      Acredito que a leitura não vai lhe agradar mesmo... Melhor procurar outro livro tem tantos bons que ainda não lemos né?
      Abraço!

      Excluir
  2. Eu nunca me sinto motivada a comprar sequencias de séries de eróticos. Acho que o livro só vale a pena ser lido no início, depois vira um lenga lenga triste!
    Eu confesso que curti esse mais do que 50 tons!
    Eric realmente é tipo nada haver, mas me envolvi com a história por conta da bagaceira que ela tem. Contudo não pretendo continuar também.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, também não entendo essa de livros eróticos seguirem uma sequencia porque geralmente não possuem uma grande história.
      Eu prefiro 50 tons amiga, porque quando li eu queria entender porque o Grey era o que era... já o Eric é tipo nada haver mesmo ele faz a bagaceira toda porque ele quer, porque ele pode!
      Adorei saber sua opinião.
      Beijos ♥

      Excluir

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".