segunda-feira, 29 de junho de 2015

Livro: O safado do 105




Literatura Brasileira

Autora: Mila Wander
Editora: Essência
Páginas: 788
Assunto: Romance (Hot)


Raissa não é mais uma garotinha, com vinte e oito anos ela precisa ter seu espaço ao sol, ter um cantinho pra chamar de seu. Morando na casa de seus pais sua vida está uma loucura, mesmo amando seus familiares ela precisa de um tempo só para ela.

Para seu alívio, encontra uma casa simples, confortável por um preço melhor ainda, sem pensar duas vezes ela fecha negócio com o vendedor e muda-se para o número 104, seu novo lar. 

"Eu depositava muita esperança nessa nova fase da minha vida, que estava começando com estilo."

Os dias de calmaria na vida de Raissa não duraram absolutamente nada, pela janela de sua nova casa ela o viu pela primeira vez, no jardim mostrando para quem tivesse olhos para contemplar sua beleza, lá estava ele usando uma cueca da Calvin Klein e nada mais, seu delicioso vizinho.

Dividir a parede do quarto com o vizinho do 105 não era nada privativo, todo e qualquer ruido que ele fazia do lado de lá era imediatamente ouvido do lado da casa que Raissa morava, isso dava a certeza que ele também estava ouvindo tudo o que ela fazia. Não que suas noites solitárias fossem secretas, mas as do Sr. Calvin Klein eram extremamente agitadas.

"Só faço o que quero e o que gosto, Raissa. Sou livre. Eu não tenho mais nada... Perdi tudo! Só sobrou a minha liberdade e eu vou usá-la do jeito que quero."

O Calvin era um doce de pessoa, dono de um sorriso maravilhoso, um corpo escultural, mas sua vida desregrada lhe garantiam o posto de safado número um, Raissa precisa agora lutar com todas suas forças para manter o safado do 105 bem longe de sua cama vida.

"Calvin não se apega a ninguém, nem mesmo parece se incomodar por ser órfão e ter o seu irmão morando em outro lugar. Resultado: ele anda sorrindo para o nada, com um bom humor de causar inveja."

Com a narrativa fluida que já conhecemos de outros trabalhos da autora, nos deparamos com um tema difícil de ser abordado, a dificuldade que o ser humano tem em lidar com a perda de pessoas queridas, mesmo complexo temos um humor contagiante embutido em casa capítulo.

Raissa é estrambelhada, mesmo se aproximando dos trinta ainda não se encontrou, Calvin tem tantos monstros atormentando seus pensamentos que deixam suas atitudes impensadas, até mesmo infantilizadas. Os dois precisam juntos encontrar uma maneira sadia de encarar a vida.

Os protagonistas constantemente citam frases de Clarice Lispector, o que enriquece muito a leitura, as cenas de sexo são bem escritas, a trama fugiu do corriqueiro homem rico e bem-sucedido apaixonado pela mocinha pobre, porém achei algumas partes desnecessárias,  mesmo a escrita dinâmica não foram suficientes para me prender cem por cento a leitura. 

"Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome."

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".