sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Crônica: Que seja doce


Cada dia agradecer, cada dia saber receber, cada dia se dar por inteiro, cada dia ser feliz sem "mas".

Nada é realmente bom ser for pela metade.

Saber amar e saber deixar alguém te amar. 

Que seja doce e que nos faça bem.

Brilho no olhar, coração acelerado, abraço apertado, beijo molhado, pensamentos cruzados, gestos que falam, palavras que nunca deixam de existir, amor que nos transborde e nos faça gozar.

Amor! No fundo é disso que mais precisamos, é o que faz a diferença, o que da sentido a tudo.

Eu... eu preciso viver intensamente, me lambuzar de verdade, amar todo dia.

Eu preciso dizer "Eu te amo", ouvir que você me ama, e saber que isso nos basta.

Que seja doce... apaixonado.




Médica e autora do livro: Perfume de Hotel
contato@carlasgpacheco.com

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".