segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Livro: Como eu era antes de você #1





Título original: Me before you
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Assunto: Romance / Drama / Sick-lit

Louisa Clark tem 26 anos, vive com seus pais, uma irmã implicante, seu sobrinho e o avô, este que precisa de muita atenção após ter sofrido um derrame.

Seu emprego como garçonete em um pequeno café pode não ser responsável por uma renda memorável, mas o dinheiro ajuda muito nas despesas da casa. Tem também o Patrick, seu namorado triatleta, que está sempre ausente, não que ela reclame de seu desinteresse na relação.

Quando o dono do café é obrigada a fechar as portas, Lou começa a busca de um novo emprego, porém sua falta de qualificação reduz muito suas opções restando-lhe um emprego temporário como cuidadora de um tetraplégico.

William John Traynor sempre teve uma vida ativa, o jovem e inteligente CEO adorava esportes radicais estava sempre cercado de amigos, até que um motoqueiro cruzou seu caminho, deixando-o tetraplégico. Hoje, aos 35 anos é um homem recluso, mal-humorado sem nenhuma perspectiva de vida.

"Ficar perto de alguém tão deprimido é meio desgastante. Você pode sentir pena, mas não dá para não pedir que a pessoa procure se recompor também."

Will fraturou as vértebras C5/C6, limitando seus movimentos apenas para um braço (movimentos mínimos), locomover-se em sua cadeira de rodas sozinho não é exatamente um alívio, pois ele precisa de ajuda para tudo, o que o deixa frustrado constantemente.

"Fale com ele, pelo amor de Deus. Claro que ele se sente infeliz. Está preso a uma maldita cadeira de rodas. E você certamente está sendo inútil. Apenas fale com ele. Conheça-o. Qual a pior coisa que pode acontecer?"

Lou sabe que terá uma tarefa árdua pela frente, que muitas vezes desejará desistir, mas aos poucos sua alegria vai contagiando o carrancudo Will. Até que novas informações chegam aos seus ouvidos... agora fazer ele ver a vida de outra maneira não é apenas seu emprego e sim sua missão.

"Às vezes, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama."


Sem palavras para descrever o quanto esta leitura mexeu comigo. Fui tirada da minha zona de conforto, arremessada em uma realidade completamente diferente que me fez refletir, avaliar meus pensamentos, me colocar na situação explorada e acima de tudo sofrer.

Sim, nunca sofri tanto com um livro, a trama é perfeita, os personagens são tão reais tão palpáveis que mesmo ao término da leitura não conseguia deixar de pensar em seus dramas.

Uma história de amor incondicional, com protagonistas cheios de erros e acertos, onde você consegue entender seus motivos, toda via isso não impede que o leitor sofra por algumas de suas escolhas.


CUIDADO SPOILER
(Se ainda não fez a leitura aconselho que passe direto para o final da resenha)


Mesmo sendo completamente contra suicídio, seja ele assistido ou não, consegui entender o lado de Will, a determinação de Lou para mantê-lo vivo foi algo marcante.

Durante cada segundo da leitura eu alimentava a esperança de um final feliz, para depois ter meu coração destroçado. Os cento e dezesseis dias que Lou tinha para mostrar uma perspectiva de vida para Will foram angustiantes e apaixonantes no mesmo nível.

Após a leitura pesquisei sobre a Dignitas, descobri que existem brasileiros que contribuem e apoiam essa organização, li alguns depoimentos porém continuo não concordando com o suicídio.


FIM DO SPOILER


O livro me fez derrubar muitas lágrimas, me apaixonar, sofrer, acreditar, foi uma montanha russa de sentimentos que marcou profundamente minha vida. Este estará para sempre entre meus favoritos.

"Apensa viva..."


0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".