segunda-feira, 27 de junho de 2016

Livro: Vidas cruzadas




Literatura Brasileira

Autora: Katarina Corsiolli
Editora: Independente
Páginas: 259
Assunto: Romance de época



O ano é 1740, Kate está acostumada com longos vestidos, joias, espartilhos, porém isso não significa que aceite, ou até mesmo que use. Ela prefere calças, empunha uma espada e cavalga com uma perda de cada lado do cavalo, assustador para outras mulheres, muito mais para os homens.

Ao descobrir os planos do padrasto, que consistia em assumir e devastar tudo que seu pai construiu, Kate se desespera, a submissão de sua mãe não colabora para impedi-lo.

O plano é simples, desaparecer. Se causasse tamanha vergonha jamais arrumaria alguém com quem se casar, a segunda parte do plano era rezar para que sua façanha causasse repulsa o suficiente para que seu padrasto sumisse no mundo.

Com as roupas do corpo e a companhia de seu cavalo Lúcifer, ela parte. A viagem rumo ao desconhecido é bem diferente do que imaginara, a floresta torna-se um labirinto. Após perder seu fiel amigo, vagar um tempo impossível de contabilizar, chega em uma pequena casa.

"Perdoe-me,  princesa,  por  não  ter  sido  um  poço  de  boas  maneiras  com  uma  louca  que  tentou  furtar meu cavalo e ainda por cima quebrou minha espada."

Bastian é sinônimo de encrenca, sua fama é a pior da redondeza. Um assassino cruel, que vivia isolado de todos em uma casa no meio da floresta, ninguém sabia sua real história, mas cada um colaborava para criar uma versão bem assustadora.

Para seu espanto um moleque sujo invade sua propriedade, tenta roubar seu cavalo e ainda por cima quebra sua espada... Mas espera não se tratava de um moleque, aqueles olhos verdes pertencia a uma garota. Não qualquer garota, pois Bastian jamais viu uma lutar como homem.

"A  partir  do  momento  que  você  matar  alguém,  mesmo  que  ele  mereça,  você  nunca  mais  vai  conseguir  dormir  em  paz.  Em  todos  os  seus  pesadelos  você  vai  ver  o  rosto  dele,  não  importa  quanto tempo passe."

Com uma narrativa simples a leitura ganha ritmo logo nas primeiras páginas, os personagens foram bem construídos os cenários onde a história se desenrola são descritos de forma fácil para que a imaginação corra solta, logo você está completamente habituado com a trama.

O crescimento dos protagonistas e do romance acontece de forma gradativa, fazendo o leitor torcer para o final feliz. Suas peculiaridades colaboram também para a história, ambos são teimosos, o jogo de sedução é recheado de provocações.

O livro contém romance, humor, cenas mais calientes, por outro lado trata de temas sérios como submissão, abuso, preconceito.

Quando fui convidada a conhecer esta obra não imaginei que teria uma leitura tão agradável, a trama me conquistou assim como os personagens.

"O único modo de ganhar o respeito de um trapaceiro é trapaceando."
P.S.: O livro precisa passar por revisão, existem algumas palavras que se repetem de maneira excessiva como 'ela', 'ele', 'dela', 'dele', entre outras que pude observar durante a leitura. Porém isso não comprometeu minha experiência com a mesma.

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".