sexta-feira, 2 de maio de 2014

Crônica: O mundo da imaginação


Há quem diga que o gado visto ao longe da estrada na pastagem é pedra pintada de branco, quem desenhe um jacaré com catapora, quem veja uma nuvem e jure que é um elefante em suspenso no céu, quem no final do arco íris enxergue um pote reluzindo ouro. 

Há quem dance na chuva rabiscada no papel, quem consiga esquiar numa montanha de algodão-doce, quem seja capaz de se aventurar pelos mares num barquinho de papel.

Não é mesmo para fazer qualquer sentido, no mundo da imaginação tudo é permitido.

Pode-se mergulhar e nadar nas cores de um quadro abstrato deixando na tela os mais belos traços feitos com as nossas braçadas. Ser um equilibrista na pauta onde estão as notas musicais daquela melodia preferida. Congelar no espaço, onde tudo, a começar pelo tempo, é relativo e os minutos podem durar uma eternidade.

A imaginação é o que impulsiona os sonhos e, o sonho, por sua vez, é quem faz nossa alma respirar. 

Pera, uva, maça, salada mista... quem nunca acelerou as batidas do coração apenas imaginando o sabor do beijo que uma dessas frutas lhe traria? 

Dizem os mais sábios que a imaginação é a inteligência em ereção, aguçando nosso paladar e nos proporcionando a capacidade de saborear ideias. 

No mundo da imaginação nossos pensamentos ganham asas e voam para nos trazer uma realidade ausente que nos faz sentir paz no presente e provar o sabor do que ainda esta por vir.



Médica e autora do livro: Perfume de Hotel
contato@carlasgpacheco.com

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".