sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Crônica: Todo mundo nu


Um estudo inglês com mais de mil pessoas revelou que casais que dormem pelados são mais felizes no relacionamento. Esta notícia me chamou atenção hoje pela manhã assistindo a um programa de TV antes de sair de casa para trabalhar.

Bem, eu não duvido disso! 

O amor tem a ver com intimidade e, intimidade tem a ver com exposição. Para experimentarmos o amor de verdade é preciso que a gente se mostre. Nossa alma tem que ficar nuazinha de pudores, de medos e de culpas. Não vale se despir pela metade, não dá para ser de topless, é preciso ficar nu. 

E a nudez da alma é o que nos traz a calma. 

Estar nu é provar da liberdade. Abaixo as luzes apagadas! Chega de se esconder!

Acho que essa tal felicidade que se fala vem dessa falta de vergonha de se mostrar.

Ter o corpo nu e provar do toque, do calor, do roçar da pele sem atrito, e depois ir se encaixando perfeitamente para então ficar quieto e sentir, e dormir de conchinha. 

Assim como no amor, nossos corpos também foram feitos pra sentir.

Para ser íntimo, é preciso estar realmente encostado, saber ouvir, ser capaz de entender, de ler os sinais. Para ser íntimo, é preciso nos despimos um para o outro de corpo e alma.

Então, no final, tudo se resume a três palavras: vamos ficar nus!



Médica e autora do livro: Perfume de Hotel
contato@carlasgpacheco.com

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".