sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Crônica: Sapatos e Fetiches




Mulheres são loucas por sapatos! Mas afinal, por que somos tão atraídas por sapatos? 

Poderia tentar explicar dizendo que “sapatos fazem as mulheres se sentirem mais sexys, confiantes, bonitas e completas”, mas um desejo, seja ele um fetiche ou uma peça do vestuário, não se explica, apenas se sente. 

O problema é que sentimentos muitas vezes são traiçoeiros e quando somos atraídos pelo que não devia, corremos o sério risco de nos corromper.

Quando nos deixamos dominar por um desejo somos capazes de cometer loucuras, infringir nossas regras, ir de encontro a nossa consciência, agir sem o menor pudor, ultrapassar os limites. Arrumamos uma justificativa para tudo e caímos numa cilada.

Um objeto de desejo é pura tentação. A tentação é uma arma tão poderosa que, uma das grandes provas de amor que alguém possa dar é resistir às tentações. Nada justifica nos afastarmos de nós mesmos, maltratarmos o amor, por isso é tão importante resistir. 

Interpor-nos entre nós e nossos desejos, saber dosar a medida, recusar se for preciso, é um ato de amor, sabedoria e prudência.

Mas onde estão meus sapatos? Sapatos e fetiches se misturam aqui nesse universo de desejos. A ideia de corpete e salto alto é provocante, sedutora, atiça a imaginação, faz aflorar os sentidos, atrai e desperta o desejo. Sensualidade, prazer e uma cena a ser inventada.

Então, a questão não é não se deixar seduzir, e sim, não se deixar enfeitiçar pelo desejo. 

Tudo é permitido sem perder a razão.



Médica e autora do livro: Perfume de Hotel
contato@carlasgpacheco.com

0 comentários:

Postar um comentário

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".