segunda-feira, 21 de abril de 2014

Livro: Azul da cor do mar




Literatura Brasileira

Autora: Marina Carvalho
Editora: Novo conceito
Páginas: 334
Assunto: Romance





Todo ano a família de Rafaela Vilas Boas passa duas semanas em Iriri, no litoral do Espírito Santo. Em uma dessas férias, mais precisamente quando ela tinha 11 anos, ao sentar-se entediada em frente a janela, um garoto misterioso com uma mochila xadrez passa de bicicleta pela calçada. 

Foi o único verão que Rafaela viu o garoto, jamais soube seu nome, mas os poucos instantes que contemplou seus olhos foram suficientes, ele passou a habitar um grande e significativo espaço em sua imaginação de menina.

"Foi nesse momento que seus olhos se ergueram e pararam nos meus. Eram azuis. Lindos. Abaixei a cabeça, com o rosto quente de vergonha. Quando voltei a erguê-la, o garoto da mochila xadrez já havia desaparecido do meu campo de visão."

Aos 21 anos, Rafaela é destaque da sua turma de jornalismo, sua dedicação aos estudos lhe rende uma entrevista para estagiar na parte investigativa do conceituado jornal Folha de Minas.

O que era para ser a realização de um sonho torna-se um pesadelo, ela é obrigada a seguir os paços de seu chefe Bernardo, o dono de belos olhos azuis e uma incrível capacidade de atormentar sua vida, dificultando-a o máximo possível.

"Será que o título Cria de satanás fazia jus à sua personalidade demoníaca? ... Cria de satanás era um elogio para Bernardo. Ele era o próprio satã, camuflado com uma linda pele de cordeiro."

Para amenizar seus dias de estagiária ela conta com o resto da equipe do jornal, Rafaela precisa tomar as rédeas de sua vida, tomar decisões cabíveis, principalmente esquecer o misterioso garoto da mochila xadrez, para qual escreve cartas que ela jamais imagina ser possível dele ler.

"Nunca fui à Europa; aliás, nunca saí do Brasil, nem para ir à Argentina. Nunca namorei sério, nem beijei um homem com paixão. Consequentemente, jamais perdi o fôlego por alguém. Quero viver isso, com todas as minhas forças!...

Minha vida, até agora, foi tão banal! Não escrevi um livro, não tive filhos... Nunca plantei uma árvore sequer. Não peregrinei pelo caminho se Santiago de Compostela, nunca fiz penitência na quaresma e não visitei o santuário de Nossa Senhora Aparecida."

Confesso que não esperava muito do livro, no entanto ele simplesmente me ganhou logo de início. Mesmo com um final previsível a narrativa leve encanta o leitor conduzindo-o facilmente até o desfecho. 

Os personagens encantadores vão proporcionar uma leitura agradável independente da idade de quem estiver lendo, uma história simples, muito bem narrada que me conquistou, entrando para minha seleta lista de favoritos.


P.S: Até hoje não me vi na obrigação de dar esclarecimentos sobre o trabalho realizado por uma editora, todavia não posso deixar passar batido o trabalho de diagramação realizado nesse livro que em suma é simplesmente um show a parte.

Aguardo ansiosa por um comentário seu...

6 comentários:

  1. Ain, amiga... Ele é lindo, não é? Também me encantei com esse livro e com os malucos que são Bernardo junto com Rafa. Adorei ambos!!!
    A escrita de Marina é deliciosa e ela mantem uma inocência delicada na história. Gosto disso nela!
    Vamos esperar o próximo livro dela.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga, esse livro é muito lindo, é uma leitura suave e cativante, vou iniciar o outro livro da Marina, espero gostar tanto quanto gostei desse.
      Beijinhos ♥

      Excluir
  2. Oi Aline!
    Em breve também estarei postando a resenha desse livro lá no blog.
    Gostei de saber sua opinião e fico feliz que tenhas gostado. Eu também gostei, mas me irritei um pouco com as atitudes da protagonista.
    Boas Leituras!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leandro,
      Oba, vou querer ver sua resenha com toda certeza, é sempre bom saber sua opinião.
      Boas leituras pra você também!
      Abraços ♥

      Excluir
  3. Quando vi a capa do livro já me apaixonei de cara. Não conseguia mais parar de ler,tanto q perdi a hora por ir dormir as 5 da manhã. Amei os 2 livros q li da Marina, simplesmente Ana tbm é perfeito, vc vai ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga, nossa que leitura maravilhosa, obrigada por me apresentar o livro, amei de paixão ♥

      Excluir

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".