segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Livro: A menina mais fria de Coldtown





Título original: The coldest girl in oldtown
Autora: Holly Black
Editora: Novo Conceito
Páginas: 382
Assunto: Aventura / Mistério


Vampiros sanguinários se apresentaram ao mundo, após um terrível surto, pessoas pegaram o resfriado, para evitar a disseminação foram erguidos muros em determinadas cidades, chamados de Coldtown, eram verdadeiras jaulas para conter os amaldiçoados.

As Coldtown eram perigosas, com passagens só de ida, ansiados por alguns devido ao glamour das festas banhadas de luxo e sangue.

Ao acordar na fazenda dos pais de Lance, Tana sente-se desnorteada, todos os convidados da festa da noite anterior estão mortos, empilhados. Ao caminhar entre os corpos de seus amigos ela descobre que seu ex-namorado Aidan também sobreviveu, está infectado, amarrado em uma cama com um misterioso vampiro, Graviel.

"As bocas e os dentes afiados estavam vermelhos, os olhos, fundos, as roupas, endurecidas e com manchas escuras. Não eram os refinados vampiros da televisão; eram pesadelos e estavam indo até ela, arrastando-se em meio aos casacos, esquivando-se de evanescentes poças de luz."

Durante a fuga Tana leva uma pequena mordida, no desespero de esperar as 72 horas para ver se pegou o resfriado, decide levar seu pequeno grupo de sobreviventes para a Coldtown mais próxima. 

Apesar do que é passado para a população, a vida dentro dos muros não é um mar de rosas, matar ou morrer faz parte do cotidiano de quem vive nas Coldtown, agora Tana precisa aprender a sobreviver nessa nova realidade.


"... Durma, Tana. Eu protegerei você da Morte, pois não tenho medo dela. Somos adversários há tanto tempo que somos mais chegados do que amigos."

Graviel é um personagem marcante, rodeado de mistério, ódio, seu passado da um sabor a mais a história, um vampiro a moda antiga que na mesma hora que está sendo doce e gentil deixa seu lado louco transparecer.


"... Um deles é um psicopata e o outro tem o que Freud chamaria de uma poderosa ânsia pela morte? Mas qual é qual?"

Os personagens, assim como a trama, são extremamente complexos. A protagonista tem uma vida regada de sofrimento, que a torna forte e decidida.

As cidades muradas são jaulas, onde constantemente pessoas são atraídas pela falsa ideologia de perfeição para se tornarem refeição. Não é de se estranhar os conflitos internos que os moradores das Coldtown sofrem constantemente.

Narrado em terceira pessoa, "A menina mais fria de Coldtown" tem uma leitura fluída com alguns nuances bem tensos. O livro contém muito mistério, porém passa longe de terror como é descrito na própria contracapa. A história mesmo repleta de informações e acontecimentos, não impede a compreenção do leitor.

"Porque o vilão sabe que, sem o herói para odiar, sua vida será vazia. Uma vez que ele tenha matado o adversário, estará sozinho."

Em nível de curiosidade. 

A transformação em vampiro é dada da seguinte maneira: ao ser mordido por um vampiro os sintomas da infecção aparecem em 72 horas, caso seja constatado o resfriado a pessoa precisa beber sangue humano, o que levará a sua morte, em sequência ela volta a vida já transformada.

Para evitar a transformação, a pessoa com resfriado deve se manter longe de sangue por 80 dias (tempo que a infecção corre em suas veias), depois desses dias, se a pessoa conseguir manter a sede enlouquecedora sob controle ela está livre da transformação.



- Livro que ganhei no sorteio realizado pelo blog "Minha vida literária". Obrigada Aione!

- Para ver a foto do kit cliquie aqui.

2 comentários:

  1. Hey!
    A capa, o título, a sinopse, tudo do livro chama demais a atenção!
    Eu já estava louca pra ler e agora eu quero mais ainda <3
    Adorei a resenha!

    Beijos!
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza, eu super recomendo essa leitura, o livro é muito intenso. Obrigada!

      Beijinhos

      Excluir

IMPORTANTE

- Não utilize esse espaço para divulgar resenhas e promoções (existe outras maneiras de divulgar seu trabalho), comente e deixe o link do seu blog que irei visitar;

- Os comentários são muito bem vindos e importantes, pois enriquecem o conteúdo;

- Se você quer receber a resposta por e-mail, assine com a sua Conta do Google e marque a caixa "Notifique-me".